Em volta de Lucas, São Paulo empata com Barcelona-EQU – Gazeta Esportiva

O São Paulo empatou em 0 a 0 com o Barcelona de Guayaquil, do Equador, no Morumbis, pela penúltima rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Com o resultado, o Tricolor segue na segunda colocação do Grupo B, com dez pontos, três a menos que o Talleres, e segue dependendo apenas de si para ir às oitavas de final como líder da chave, já que fará o confronto direto com os argentinos na última rodada, dia 29 de maio, em casa.

A partida marcou o retorno de Lucas Moura aos gramados. O camisa 7, recuperado de uma lesão na região posterior da perna esquerda, foi acionado no segundo tempo por Luis Zubeldía, mas não conseguiu garantir a tão esperada vitória ao São Paulo.

Como as duas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro foram adiadas, o São Paulo volta a entrar em campo somente na quinta-feira, dia 23 de maio, contra o Águia de Marabá, às 21h30 (de Brasília), no Morumbis, pela volta da terceira fase da Copa do Brasil. O último compromisso na Libertadores está marcado para o dia 29, contra o Talleres, também em casa.

São Paulo tem dificuldades para criar

O São Paulo não fez um grande primeiro tempo. O time comandado por Luis Zubeldía teve muitas dificuldades para criar boas oportunidades de gol, não encontrando espaços na defesa do Barcelona de Guayaquil. Mas, o início do jogo não dava indícios de que o roteiro seria assim, já que logo aos nove minutos o Tricolor quase abriu o placar com André Silva, que recebeu cruzamento na medida de Michel Araújo, após linda jogada individual do uruguaio, e cabeceou para o chão, vendo a bola quicar e sair pela linha de fundo, rente à trave.

O São Paulo voltou a assustar aos 20 minutos, mas não graças a uma jogada trabalhada de pé em pé. Galoppo ficou com a sobra dentro da área após a disputa aérea e bateu meio torto, do jeito que deu, mandando à direita do gol defendido por Burrai.

Antes do apito final, o Tricolor ainda teve outra chance de, enfim, abrir o placar com André Silva, que recebeu ótimo passe de Ferreirinha e bateu forte, balançando as redes pelo lado de fora e enganando parte da torcida, que chegou a acreditar que havia sido gol.

Segundo tempo sonolento

O São Paulo voltou para o segundo tempo determinado a marcar o tão esperado gol, que quase aconteceu aos nove minutos, quando Welington recebeu de Ferreirinha pela esquerda, chegou na linha de fundo e cruzou na medida para Galoppo, que cabeceou firme, mas no meio do gol, facilitando a vida do goleiro Burrai.

O Barcelona de Guayaquil respondeu em cobrança de falta perigosa, batida pela esquerda, direto para o gol, obrigando Rafael a mandar para escanteio.

Lucas Moura é acionado

Com a morosidade do São Paulo, o técnico Luis Zubeldía decidiu acionar Lucas Moura aos 16 minutos. Mas, foi o Barcelona de Guayaquil que seguiu ameaçando. Corozo tirou Igor Vinícius para dançar e cruzou no segundo pau, sem desvios, obrigando Rafael a fazer grande defesa.

São Paulo tem gol anulado

Aos 21 minutos, o Tricolor, enfim, abriu o placar. Ferreirinha cruzou no segundo pau, e Luciano cabeceou para o fundo das redes, mas o camisa 10 do São Paulo estava em posição irregular, e o árbitro marcou impedimento corretamente.

Erick fica no “quase”

Já nos minutos finais da partida, Erick ainda criou uma grande oportunidade em jogada individual pela direita, levando para o meio e batendo buscando o ângulo, mas tirou demais do goleiro, mandando para fora. Assim, coube ao São Paulo se conformar com o empate sem gols diante de mais de 50 mil torcedores no Morumbis.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 0 BARCELONA DE GUAYAQUIL – EQU

Local: Morumbis, em São Paulo
Data: 16 de maio de 2024, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Kevin Ortega (PER)
Assistentes: Stephen Atoche (PER) e Jesus Sanchez (PER)
VAR: Heider Castro (COL)

Público: 50.516 torcedores
Renda: R$ 3.966.890,00

Cartões amarelos: Igor Vinícius (São Paulo); Sosa, Solano, Trindade (Barcelona-EQU)

SÃO PAULO: Rafael; Igor Vinícius (Moreira), Arboleda, Alan Franco e Welington; Alisson, Galoppo (Juan) e Michel Araújo (Luiz Gustavo); Ferreirinha (Erick), Luciano e André Silva (Lucas).
Técnico: Luis Zubeldía.

BARCELONA DE GUAYAQUIL: Burrai; Rangel, Ramírez, Sosa e Chalá; Arroyo (Souza), Trindade e Gaibor (Díaz); Rojas (Corozo), Preciado (Solano) e Fydriszewski (Obando).
Técnico: Ariel Holan.

Leave a Comment

https://t84c3srgclc9.com/rjrpb48dz?key=c38958a4ffe9b8345315d4a4ae538dc3